"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Marinalva normalmente vinha buscar a ajuda da vizinha... Porque a vizinha era enfermeira e, sempre que podia trazia amostras grátis dos remédios que ela tinha que comprar, mas quase sempre não  podia. Marinalva achava muito carrancuda a vizinha. Sempre apressada, era viúva, com três filhos para criar e, uma mãe idosa. A pobre vizinha tinha mais de um emprego e, pulava mais do que sapo na lagoa em dia de trovoada.... Dos três filhos da vizinha, Marinalva gostava mesmo da caçula que era a criança mais dócil. A caçula era aloirada. O menino era moreno e, a mais velha tinha cabelos vermelhos (acenourados). Pois a ruivinha era esquiva e o menino era muito caladão. Um dia, Marinalva perguntou para ruivinha: - Menina de fogo, por que você está sempre tão séria e sisuda? E, a ruivinha, apressou-se em responder: - Sou a mais velha dos filhos e tenho que tomar conta da casa, da vovó, dos meus irmãos e, ainda, estudar... Ufa, é muita coisa e não dá tempo para sorrisos... Marinalva, saiu rindo. E, disse:  Compreendo. Você ajuda a muita gente. Mas, quem é que lhe ajuda afinal? E, a ruivinha apressou-se em responder:- Deve ser Deus, anjos ou almas... pois consigo fazer tudo, mas fico cansada.
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 18/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete