"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Entrei, fui para o quarto... arremessei os sapatos longe... estavam me matando literalmente... Andar muito, faz os pés incharem... A temperatura até estava amena, vinte e oito graus centígrados.

Afinal, aqui o inverno é fictício... Demora-se muito para se usar um casaco, um sobretudo... ou mesmo uma reles jaqueta. Fui lentamente despindo-me tirei as meias... depois, peguei o roupão de banho... Precisava urgentemente de um banho para resgatar em mim, alguma humanidade.

Fiquei a pensar... preciso cortar o cabelo... cuidar dele dá muito labor... e, eu sou preguiçosa com as vaidades clássicas.

Apenas sou rigorosa com vaidade higiênica...  Debaixo da água morna do chuveiro, as reflexões se amornam... e o cansaço vai se dispersando... mas... como andei hoje?   Esse meu lado andarilha é exagerado além de masoquista.

Descobriu que o telefone celular tem um contador de passos.. aí.. caminhei quinze mil passos hoje... os passos em direção da eternidade...
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 15/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete