"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).
Textos

Se eu soubesse, o que finalmente sei, depois de meio século sobre os ossos. Talvez não tivesse capitaneado tantas lutas, tantas batalhas e algumas guerras interstícias. O quão inútil foi a veemência contra os parvos, idiotas e alienados. O quão inútil foi defender aqueles que se sentem fielmente vocacionados a serem vítimas. Mas, a sabedoria é um bonus do tempo aliado a reflexão. É quase uma magia da consciência que se acumula, se processa e, ao final, paradoxalmente, se sintetiza. Buscamos coisas mais simples. Gestos singelos porém sinceros. Valores concretos no abstrato da emoção e, no final, quando finalmente deciframos a Esfinge... somos devorados pela finitude fatídica do destino. Estamos aqui só de passagem. E, tudo que podemos fazer de positivo, é transformar tudo em aprendizagem e, disseminar o conhecimento, as palavras, os sentimentos e alguma sabedoria... Quem nos dera, antes de envelhecer e fenecer, ficarmos um pouco sábios, e distribuir a primavera da consciência crítica àqueles que vivem nas sombras medievais. Quem nos dera, ter pelo menos tornado o caminho mais formoso e menos tortuoso. Quem nos dera, saber por intuição, amar por vocação e, aprender por natureza.Somos eternos aprendizes.
Gisele Leite
Enviado por Gisele Leite em 14/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr