"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).
Textos


Conta irrisória

O corpo humano é constituído por dez trilhões de células que trabalham harmoniosamente integradas e cada uma possui uma função específica, como por exemplo, a nutrição, proteção, produção de energia e reprodução.Curiosamente, não existe um número exato de músculos no corpo humano. Alguns estudiosos mencionam que existem seiscentos e
trinta e nove músculos no total, porém, outros afirma que existem muito mais que isso...
Quando somos adultos temos o total de duzentos e seis ossos, porém, os bebês podem ter mais, na faixa de trezentos a trezentos e cinquenta ossos no nascimento. E, isso ocorre, porque durante o crescimento, alguns ossos se fundem com outros. Entre os ossos que se fundem temos o crânio,o sacro e os ossos do quadril.

Temos apenas um coração, uma alma e um cérebro... e diante desse mar de números, de possibilidades infinitas. Tudo ainda é tão irrisório para traduzir e sintetizar a vida. Só a poesia nos redime. Só o lirismo nos faz transcender aos limites do corpo, da idade,
das sensações e até da alma.

Em verdade, não existem olhos azuis ou verdes. E, toda percepção está relacionada a presença de melanina que é pigmento presente na pele e no cabelo humano. Há na íris ocular a parte colorida que existe justamente envolta da pupila.

E apesar de possuir uma cor castanha, também possui a capacidade de absorver diferentes quantidades de luz, dependendo da porção de melanina que se possua.

Quanto mais melanina existir na íris, maior quantidade de luz será absorvida. E, isso faz com que menos luz seja refletida e, consenquentemente,
a íris terá a cor castanha. O azul dos olhos é a tradução de menor quantidade de melanina na íris, o que faz com que a luz seja menos absorvida e mais refletida.

O que vemos, é uma permissão da luz. Tudo é tão ilusório e a ciência não se cansa de comprovar diariamente essa conclusão. Defendo a ideia de que existe a poesia científica. A que esclarece, a que enobrece e que se é catarse, impede um homicídio, um suicídio ou uma desumanidade.
Gisele Leite
Enviado por Gisele Leite em 09/05/2018
Alterado em 09/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr