"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


"O que seria feio em um jardim constitui beleza em uma montanha". Essa frase de Victor Hugo foi dita pela Professora Antoniette...logo no começo da aula. A aula era sobre autocuidado. A necessidade de higiene todos os dias para se evitar doenças e malefícios na vida social. As crianças já tinham no mínimo dez anos, então, já possuiam razoável entendimento sobre a importância de se ter saúde. Antoniette, no entanto, observou Pedrinho com ar triste e melancólico. Então, ela perguntou: - Querido porque está tão desanimado com a aula? E, Pedrinho, o ar matreiro respondeu: - Professora, as vezes, lá em casa falta água. E, as vezes, até falta comida. Como posso ser saudável? Estar animado e feliz???  Eu sou miserável, fêssora! Antoniette, com o coração partido, pediu detalhes sobre o local de moradia do aluno. E, depois da aula, lá foi ela, na Direção do Departamento de Águas e Esgotos. Com gentileza e destreza, procurou o Diretor. Dr. George. Um imponente senhor com seus cabelos grisalhos e, com ar, de Segundo Reinado nas feições. - Sim, Doutor George, o pessoal do Morro do Gambá sofre muito com falta de água constante. O que o senhor pode fazer para ajudar?... Doutor George, esticou delicadamente os  bigodes, e atalhou: - Professora, a senhora mora no morro do Gambá? E, Antoniette, logo respondeu: Não. Mas, tenho muitos alunos que moram lá, e sofrem. Pois nem um banho podem tomar. Isso sem contar, a falta de água para fazer comida, molhar as plantas e, até os cachorros... George, então, apaixonou-se pela sinceridade cortante da jovem professora... E, então, está faltando uma bomba capaz de levar a água com maior facilidade para parte mais alta do morro. Mas, se a senhora trouxer um abaixo-assinado, eu consigo  colocar uma bomba. Antoniette, sorriu, ajeitou o cabelo e, disse que em breve voltaria.  Passou uns dois dias apenas, e ela voltou com um abaixo-assinado de mais de quinhentas assinaturas. E, tinha gente importante assinando, filha de general, general, coronel e até, uma artista da rádio. George acolheu o papel. E, pediu apenas mais uma semana para resolver o dilema. Em pouco tempo, instalou-se uma potente bomba de água. E, o Morro do Gambá, passou a ficar mais limpo. Afinal, seus moradores já podiam todos os dias tomar banho. A importância do autocuidado, da consciência de comunidade e interação produzem milagres... Como aquele de diminuir as enormes desigualdades sociais. Finalmente, teríamos um gambá mais limpinho.

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 15/11/2022
Alterado em 15/11/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete