"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


A memória afetiva ressuscita as lembranças através de meios sensoriais e emocionais. O cheirinho bom da goiaba cozinhando quando minha avó fazia a goiabada caseira. As  variadas escalas musicais ao piano, para o exercício e aperfeiçoamento ao piano. O desafio de tocar Chopin, Debussy e Bach... A melancolia intensa de bemóis e sustenidos tão bem encaixados que faziam fonemas flutuarem em nossos corações. Até hoje, evito goiabadas, pois a lembrança de minha querida avó, a pessoa mais afetuosa que conheci... Depois, as escalas musicais viraram uma espécie de trampolim para novas ideias e inspirações. Tenho a impressão que a infância passou muito rápido e, a fase adulta se arrastou pelo abismo inescapável da vida. Enfim, eu tinha minha memória afetiva que resulta na goiabada de Chopin. As memórias afetivas para as crianças são muito importantes, por isso, os pais devem dedicar-se algum tempo para conversar, brincar e passeiar seja nos lugares ou por pensamentos, mas manter um vivo diálogo e aproximação daquele ser em desenvolvimento. 

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 27/09/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete