"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Confissão

Queria ter o lirismo poético de um cisne. A elegância discreta da garça. E voar no azul do céu, em plenitude... Altiva... Queria ter uma alma livre e não atormentada. Apegada às pedras do cais. Ruminando com as correntes e com as âncoras, a fixar os navios, a atrelar corpos, no tempo e no espaço. A liberdade é um sonho... um delírio. Milhões de coisas nos subjugam... a história, a geografia, a genética e, até o inconsciente vadio que sabe trapacear e, nos fazer confessar pecados mortais ou mortíferos. Cheguei perto da ponte. Adentrei ao poente e, o sol sangrando, morria naquela tarde absolutamente tranquila. Sob a promessa de chuva vindoura. O cheiro úmido já anunciava. Os anjos recolheriam as asas. E, o silêncio se instaurava, como se fosse a mais solene confissão. Depois da alma ser despejada no horizonte. A noite veio serena para embalar algum sono perdido na metafísica.

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 02/09/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete