"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Contemporaneamente, muitos confundem liberdade de expressão com liberdade para ofender. Muitas pessoas são caluniadas ou difamadas por comentários maldosos. Aliás, a calúnia, a difamação e a injúria são frutos de mentes adoecidas por falta de afeto e razoabilidade. É preciso alertar que macular a imagem e a honra das pessoas são crimes. São os famosos crimes contra a honra. E, afinal, "existem três coisas que jamais voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida". Trata-se de um provérbio tibetano. O que falamos tem peso seja diante a humanidade, seja diante das divindades. A liberdade de expressão deve respeitar a órbita jurídica do outro, portanto, não pode haver calúnia, difamação ou injúria. Bem como não pode haver a disseminação da desinformação, as famosas fake news. Constitui crime tanto criar as falsas notícias como também compartilhar. A flecha do pensamento nos oferece os cinco sentidos que nos ajuda a conectar-se com a realidade e obter uma compreensão global. A inspiração foi trazida a mim, pela flecha veio de uma frase de Deleuze que de forma poética aponta para a criação de novos modos de existência. Afinal, o pensamento-flecha não é mero pensamento comum que reproduz a lógica dos valores do tempo. As palavras têm peso e, este importa na gestão das emoções. Uma frase é capaz não só de imortalizar um momento como também de mudar a história. Em discursos, livros, peças de teatro, poemas ou entrevistas, grandes frases iniciaram e encerraram revoluções, alteraram nossa forma de pensar, aprofundaram a maneira como nos entendemos enquanto humanidade.

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 02/09/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete