"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Minha mãe nasceu em 1936, sua infância foi nos idos de trinta. Acredito que o poema "Meus Oito Anos" de Casimiro de Abreu represente bem aquela infância. As relações familiares, sociais e escolares transmitem à criança os valores e crenças e, isso reflete de como a criança viverá sua infância. Na decáda de 1930, a educação infantil atingiu status especial, surgiu a ideia de que a criança precisar ter atividades especialmente voltada para ela. Mas, a separação entre crianças e adultos remonta à sociedade grega na Antiguidade. O sentimento da infância revela a consciência da criança. É importante entender que nem todas sociedades aceitam a mesma noção de infância. Um fato impactante foi a redução do tamanho das famílias e, a escolarização da infância o que trouxeram modificações intensas seja pela faixa etária, seja pelo gênero. Outro fator relevante foi a redução na taxa de mortalidade infantil bem como a proibição do trabalho infantil que traduz avanços na saúde pública e também no saneamento básico das cidades. Entre os documentos legais voltados à proteção da infância houve o primeiro Código de Menores do Brasil, em 1927, pelo qual se consolidaram as leis de assistência e proteção de menores abandonados. Acredito que na infância da minha mãe existiu maior respeito à infância enquanto aspecto cultural e psicológico, pois, atualmente as crianças são abruptamente sexualizadas e dotadas de comportamentos similares aos adultos. As inúmeras transformações sociais e políticas ocorridas na década de 1930 também afetaram a infância e a educação, influenciou a ideologia que tratava de atitudes  consideradas modelos de comportamento adequado no trato com a infância. Houve o substancial aumento das escolas primárias e também de escolas normais destinadas à formação de professores. Minha mãe foi uma brilhante professora, muito respeitada e ostensivamente temida. Achava engraçado mas, compreendia... 

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 22/03/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete