"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos



Velhas frases, repetidas desde do tempo do latim:

 

A cavalo dado não se olha o dente. — Equi donati dentes non inspiciuntur.

Nada vem do nada — De nihilo nihil. (Lucrécio)

A boa árvore dá bons frutos. — Arbor bona fructus bonos facit


A César o que é de César. — Quae sunt Caesaris, Caesari

A desgraça de uns é o bem de outros. — Lucrum unibus est alterius damnum.


A Deus nada é impossível. — Nihil est quod Deus efficere non possit.

A exceção confirma a regra. — Exceptio regulam probat


A necessidade é mestra. — Fames magistra.

A necessidade não tem lei. — Necessitas caret lege

A verdade sai da boca das crianças. — Ex ore parvulorum veritas.

Amigo certo conhece-se na hora incerta. — Amicus certus in re incerta 
cernitur

Amigo velho é parente. — Amicitia vera similis est consanguinitati  proximiori

 

Antes tarde do que nunca. — Utilius tarde quam nunquam

Aqui é que está o busílis. — Hoc opus, hic labor est

As aparências enganam. — Fallitur visio

Conhece-te a ti mesmo. — Nosce te ipsum

Dito e feito. — Dictum et factum

Faça-se justiça, embora desabem os céus. — Fiat justitia et ruat caelum.

Filhos criados, trabalhos dobrados. — Grandaevi nati, labores duplicati

Há males que vêm por bem. — Nunc bene navigavi, cum naufragium feci

Nem todas as verdades se dizem. — Non omnia quae vera sunt recte  dixeris.

Ninguém nasce sabendo. — Nemo nascitur sapiens

O amor é como a tosse: impossível ocultar. — Amor tussisque non 
celantur


O homem põe e Deus dispõe. — Homo proponit, sed Deus disponit.

O número dos tolos é infinito. — Stultorum infinitus est numerus

O tempo é mestre. — Dies posterior prioris est discipulis

O trabalho é que faz o homem. — Opus artificem probat.

Palavras, leva-as o vento. — Verba volant.

 

Quem cala, consente. — Qui tacet, consentire videtur

Velhice é doença. — Senectus est morbus

 

Alteri ne facias quod tibi fieri non vis. Não faças aos outros o que não queres que te façam.
Amicus Plato, sed magis amica veritas. Amigo de Platão, porém mais amigo da verdade. ...
Amor vincit omnia. O amor tudo vence. ...
Auspiciunt oculi duo lumina clarius uno. Quatro olhos vêem mais do que dois.

 

Quid pro quo
Tradução: uma coisa pela outra .


Vem, vidi, vici
Tradução: cheguei, vi, ganhei .

Res non verba
Tradução: fatos, não palavras

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 22/03/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete