"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Explicando a metonímia

A metonímia é figura de linguagem que é usada para substituir um termo por outro, emprestando-lhe seu sentido. A substituição é feita entre termos que compartilham características e que esteja relacionados de algum modo, o que torna clarificado o sentido entre estes.

 

A palavra "metonímia" tem origem no grego e significa " além do nome", isto é um nome cujo significado vai além. Não é mera substituição de uma palavra por outra, pois também pode ser uma substituição de expressões com mais de uma palavra.

 

Enfim, a metonímia é um recurso que usa a linguagem figurada, isto é, trata-se de linguagem representativa.

Existem tipos de metonímia que se referem a compatibilidades, como: efeito pela causa e vice-versa. Exemplificando Suei muito para chegar até aqui e, conseguir ser aceita.

 

Ou ainda, a parte pelo todo (chamada de sinédoque)quando o termo é substituiído por uma parte que o compõe. Exemplificando: Admirou a fumaça que se aproximava da gare. (Admirava o trem).

 

E, o continente (recipiente) pelo conteúdo, quando um termo é substituído pelo continente em que se encontra. Exemplificando: Bebi a garrafa toda, mas matei minha sede.

 

Quando usamos o objeto pelo lugar de origem. Exemplificando: O japonês é um restaurante ótimo. Refere-se a culinária japonesa.

 

Ou ainda, a substituição do produto pela marca. Você esqueceu a coca-cola aberta. Referia-se ao refrigerante.

Ou quando substituímos o concreto pelo abstrato, ou vice-versa. Exemplificando: Precisamos dar afeto à infância.

Referindo-se às crianças. E, usamos a substituição a obra pelo autor. Você leu Clarice Lispector?

 

Em verdade, tanto metáfora e metonímia são figuras semelhantes por estabelecerem relação entre dois termos. Porém, a metonímia está ligada à substituição de termos, com quais tenha relação direta por meio de implicações, isto é, de pressuposição e consequência.

 

Por sua vez, a metáfora faz uma comparação mais lvire e, opera por meio de analogias. A sinédoque é um tipo de metonímia e opera a substituição entre termos com base na relação de parte pelo todo. Onde há tendência de englobamento, inclusão e generalização.

 

Vejam esses exemplos: Aquele vidro era um desafio ao meu dom desastrado. O brasileiro é hospitaleiro. Aleijadinho é um dos mais importantes escultores barrocos. Francisco era um verdadeiro Don Juan, não perdia a chance de ser sedutor.

 

Bem, pessoal, espero ter explicado bem a metonímia...

 

 

GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 11/03/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete