"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos


Et cetera possui a forma reduzida etc.  Trata-se de mais uma expressão de origem latina que literalmente significa "e os restantes" ou "e outras coisas mais". Habitualmente é usada ao final de frase para representação uma continuação natural de uma série ou simples enumeração. Vale a pena lembrar que depois da abreviatura etc. o ponto é sempre obrigatório.

Sendo fiel seguidor da gramática da língua portuguesa, havendo a conjunção "e" entre duas palavras em enumeração, a vírgula seria desnecessária. Pois o et de etc. pode ser naturalmente traduzido por "e". Porém, é comum encontrarmos frases escritas contendo a vírgula, até mesmo em escritos menos formais e escorreitos.

Recomenda-se que o etc. não se utilziado para se referir pessoas, nessa ocasião, é para utilizar et alli (abreviação de et al., que significa "e os outros". Aliás, o professor Pasquale que essas três letrinhas "etc." é a redução da expressão latina et coetera que significa "e outras coisas".

Destaca o ilustre mestre que há duas formas de se proceder. Pois há quem leve ao pé da letra a etimologia, isto é, a origem. Então, se etc. significa et coetera ("e outras coisas", quem age assim não colocaria vírgula antes do etc na frase.  

Já o dicionário Houaiss explica que como muitas coisas perderam sua noção histórica do sentido da palavra, passou-se a considerar que o etc. virou uma palavra, sendo mais um elemento de enumeração. E, desta forma procedeu o formulário ortográfico oficial.

O que, no entanto, não significa que seja essa a única forma viável e possível. Portanto, as uas formas são admissíveis. E, de fato há alguns órgãos da imprensa que colocam vírgula antes do etc. e outros não. E, ambos acertaram. No entanto, há um caso em que a vírgula é obrigatória. Se você repetir etc,., etc., etc.,, pois vc passa estipular uma enumeração, como outra qualquer.

Apesar de o latim ter se tornando língua morta para o mundo, exceto para o Vaticano et cetera continua sendo uma das mais acesas locuções. Mesmo quando reduzida à forma etc., aliás, a expressão deveria ser usada apenas na enumeração de coisas.

Mas, por erronia, passou também para enumeração de pessoas, o que já frisei que impróprio. Ocupando o lugar que caberia a et all ou et alii ( masculino plural), et aliae (feminino plural). Por uma questão de lhaneza não se deve confundir pessoas com coisas, e nem dar tratamento às coisas como se fossem pessoas.
 
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 23/09/2020
Alterado em 23/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete