"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).
professora Gisele Leite
Diálogos jurídicos & poéticos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Viver ao deus-dará, a expressão significa ao abandono, ao mero acaso, à toa, entregue à própria sorte, sua origem é controversa. Para o dicionarista português Guilherme Augusto Simões diante do pedido de esmola que os mendigos antigamente faziam... na tradicional uma esmolinha pelo amor de Deus, obtinham a resposta  daqueles que nada desejam dar, Deus dará, e assim quem andavam a mengigar andavar literalmente ados Deus dará. Já para Reinaldo Pimenta autor da obra intitulada A Casa da Maria Joana, da Editora Campus, a expressão tem origem no Brasil do século XVII, no Recife, quando da época do domínio da coroa portuguesa. Lá vivia um comerciante de nome Manual Álvvares que auxiliava os soldados que a Fazenda Real deixava abastecer. Assim quando não dispunha de mercadorias necessárias, mencionava sempre que Deus dará! E, de tanto repetir, ficou alcunhado de Manual Álvares Deus Dará. E, os soldados quando precisavam recorrer a este, diziam: Vamos ao Deus Dará. A alcunha virou sobrenome que acabou para os descendentes do comerciante: um dos filhos, provedor-mor da Fazenda, Simão Álvares Deus Dará.
A religiosidade é um fator muito influente no comportamento humano, por vezes, quando exagerada pode gerar fanatismos e, trazer malefícios. Vejam o caso relativo as Testemunhas de Jeová que não aceitam nenhum tratamento médico que inclua a transfusão de sangue.Aliás, recentemente o Conselho Federal de Medicina editou a Resolução CFM 1.021/80 orientando o médico a como proceder no caso de pacientes que, por motivos diversos, inclusive religiosa,  de sorte que deve proceder a transfusão de sangue toda vez que houver iminente perigo de vida.
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 04/12/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários