"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).
professora Gisele Leite
Diálogos jurídicos & poéticos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Os ditados populares é a mais pura expressão do senso comum, possuem interessantes metáforas, hipérboles, eufemismos e antíteses. Um dos mais prestigiados ditados é "para bom entendendor, meia palavra basta". Que significa que não se necessita de um completo e didático discurso para enfim se transmitir uma mensagem. Além de prestigiar o receptor da mensagem na dinâmica da comunicação.
Outro interessante é o que aduz: "casa de ferreiro, espeto de pau". Afinal apesar de existirem pessoas muito talentosas, nem sempre consegue usar seus talentos para benefícios próprio. É a pura verdade, principalmente quando nos falta a tão famosa inteligência emocional.
Um ditado perturbador é aquele que informa "cão que ladra não morde". Credencia-nos a não acreditar em ameaças que, em geral, não são cumpridas. De minha parte, não sou muito confiante, pois já conheci cães ruidosos que também são hábeis e capazes de morder. E, outros cães silenciosos que mordem com mesmo fervor dos que latem. De qualquer maneira, com meia palavra, sendo ou não ferreiro diante de latido ou mordida, ou melhor mesmo, é confiar na sabedoria popular.
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 21/03/2019
Alterado em 21/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários