"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).

professora Gisele Leite

Diálogos jurídicos & poéticos

Textos

Prece tuareg
Prece tuareg


No silêncio do deserto
enfrento a infinitude de Alah,
seus desígnios misteriosamente traçados

No silêncio do deserto
minha consciência desperta novamente
do breu do egoísmo
e se solidariza com meu camelo,
uma gota d'´agua é uma dádiva...

a vida é uma benção
mesmo sob o sol escaldante
sob minhas vestes úmidas de suor,
glorifico todos os dias a vida que Allah
me deu...
pelos filhos que tive,e terei
pelas agruras e alegrias que vivi ou viverei

e,  nesta enorme solidão
decobri que o fim da liberdade é a morte...
pois onde há morte ,
vige a inexplicável dimensão do desconhecido

Nesta silenciosa manhã,
eu me curvo diante o primeiro raio de sol,
e, voltado para Meca dirijo minha prece-contemplação
o primeiro raio é o mensageiro da enorme grandeza divina,
de sua enorme misercórdia, e de sua implacável pujança
e agradeço por  sua sabedoria que ainda
nos educa sofrendo
mas ao educar-nos para o fim, o misterioso fim do universo
que se investe no infinito através de nossos  filhos, netos
enfim, amigos e inimigos
que Allah em sua infinita bondade
saiba me punir quando necessário,
e, não me abandone jamais,
e me mande sempre sinais de sua onipresença
por mais filho rebelde que eu seja,
que me  mande sempre o alento do silêncio, da brisa
e um oásis
aonde possa contemplar o divino
e se sentir parte dele.

Parte humilde que se costura
todos os dias sob o manto da noite
Para ressurgir plena para novamente reverenciar o primeiro raio matutino...

Esta prece tem aproximadamente 3. 500 anos , ela foi encontrada entre escombros de uma mesquita, escrita em uma estela valiosa para o povo tuareg. É um dos raros escritos de um povo que cristalizaou boa parte de sua cultura e religião de forma oral na tradição de transmitir de pai para filho... Hoje o povo tuareg está ameaçado de desaparecer... Pelo menos ao traduzir tal prece resgatamos um olhar sobre o deserto e,ao mesmo tempo, a paixão de sempre aprender ...( ainda que com sofrimento).
que conjuga a liberdade como a maior expressão de Allah !

Viva a liberdade!!
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 27/07/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
iDcionário Aulete