professora Gisele Leite
Diálogos jurídicos & poéticos
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).


Três feiosas
A palavra energúmeno de origem etimológica grega (energoumenos) significa literalmente, possuído pelo demônio. Em verdade, é aquela criatura possessa, ficando no status de endemoninhado. O sujeito fica tão iracundo que sinceramente provoca pavor, pois atua com violência e gesticula com veemência e exaltação. Também é compatível com outros adjetivos mais pejorativos tais como imbecil e idiota. A outra palavra igualmente carente de estética é promíscuo que significa aquele que faz sexo casual, frequentemente e com diferentes parceiros(as). Sendo, portanto, libertino, despudorado e devasso. A palavra provém do latim promiscuus que significa misturado, indiscriminado. O mito do macho promíscuo e sedutor e da fêmea tímida está baseado no paradigma de Darwin-Bateman, e, particularmente na obra intitulada "A Descendência do Homem e a Seleção em Relação ao Sexo" de 1871, onde Charles Darwin descrevera machos repletos de paixões violentas. A medalhista de bronze em feiúra vocabular é a palavra mancebo que é um adjetivo e um substantivo de dois gêneros. E, se refere aquilo que se encontra na juventude, bem como aquele que vive em concubinato e, se dedica à mancebia ou amásio.Também significa um pequeno cabideiro destinado a aparar roupas masculinas. Mancebo advém do latim maceps que significa em Direito o que toma em mão, alguma coisa para desta tornar-se o adquirente ou reivindicar-lhe a posse, está relacionado a manus (mão). Para completar a feiúra plena imaginem só, um mancebo energúmeno e promíscuo. É o suprassumo da falta de estética sejam por seus significados, por suas fonéticas ou até por suas origens etimológicas.
GiseleLeite
Enviado por GiseleLeite em 10/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários