"O conhecimento é o mais potente dos afetos: somente ele é capaz de induzir o ser humano a modificar sua realidade." Friedrich Nietzsche (1844?1900).
Textos


Fuligem.
Cinzas.
Fumaça
Restos de restos
de nós,
de identidades,
de afetos.

De linhas cruzadas.
Interseções.
Miscigenação.

Cores pardas.
Cores e subcores.
Tons liláceos.
Hematomas discretos.

Apanhamos do vento.
Surramos nossas frustrações.
Gritamos em silêncio.
Com olhos lacrimejantes
A dor é
a essência de nós 
que lateja...

Respira por
suores frios.
Calafrios.
Medos embutidos.
Na coragem diária 
de resistir.


A caminhada íngrime
Cãibra
Espaço demais, músculos de menos.
Corpos se curvam.
Princípes perdem o trono.
Concubinas deixam de ser belas

Soturno destino
A pedra,
O cume,
O frio
A incerteza da primavera.

As flores orvalhadas.
Os frutos caídos e maduros.
Rejeitados e deitados
no chão.

Resistir.
Tudo que precisamos 
é resistir...
Prosseguir.
Continuar.
Redobrar a força,
Retesar nervos.

Olhar o mesmo dia,
com olhos diferentes.
Olhar o diferente dia,
com olhos mesmos.

Resistir.
Não sei se ainda 
consigo.
Gisele Leite
Enviado por Gisele Leite em 05/07/2017

Música: Floraux - Arthur Moreira Lima

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr